About a boy

Nirvana vive e respira cada vez que as músicas do Kurt são ouvidas! Se você também sempre soube que Nirvana é uma banda especial... You Know You're Right!

5 notas


Interviewer: “What and who is Nirvana? How would you describe your music?”
Kurt Cobain: “A three-piece underground alternative grunge rock band from Seattle, Washington, or the outskirts of Seattle, Washington. That’s about it. That’s what we are. We play very powerful high-energy type of rock and roll. We move around on stage a lot, and just scream with an abandon, I guess.”
Entrevistador: “O que é e quem está no Nirvana? Como você descreveria sua música?”
Kurt Cobain: “Uma banda alternativa de rock grunge de três caras de Seattle, Washington, ou nos arredores de Seattle. Isso é tudo. Isso é o que nós somos. Nós tocamos com um tipo de energia alta, nos movemos através do rock and roll. Nós movemos muito no palco e apenas gritamos com um abandono, eu acho.”

Interviewer: “What and who is Nirvana? How would you describe your music?”

Kurt Cobain: “A three-piece underground alternative grunge rock band from Seattle, Washington, or the outskirts of Seattle, Washington. That’s about it. That’s what we are. We play very powerful high-energy type of rock and roll. We move around on stage a lot, and just scream with an abandon, I guess.”

Entrevistador: “O que é e quem está no Nirvana? Como você descreveria sua música?”

Kurt Cobain: “Uma banda alternativa de rock grunge de três caras de Seattle, Washington, ou nos arredores de Seattle. Isso é tudo. Isso é o que nós somos. Nós tocamos com um tipo de energia alta, nos movemos através do rock and roll. Nós movemos muito no palco e apenas gritamos com um abandono, eu acho.”

5 notas


 Kurt Cobain wanted to be Evel Knievel at a young age. He taped firecrackers to his chest, lit them on fire and jumped off a roof.
Kurt Cobain queria ser Evel Knievel em uma idade jovem. Ele fixou fogos de artifício em seu peito, acendeu fogo neles e pulou de um telhado.

Kurt Cobain wanted to be Evel Knievel at a young age. He taped firecrackers to his chest, lit them on fire and jumped off a roof.

Kurt Cobain queria ser Evel Knievel em uma idade jovem. Ele fixou fogos de artifício em seu peito, acendeu fogo neles e pulou de um telhado.

5 notas


"For a long time, we weren’t happy with Chad’s drumming. He has his own unique style, and it’s appropriate for a lot of the songs that we wrote but not for what we wanted to do at the time. We wanted to move into a Pop world. His style just didn’t fit." - Kurt Cobain about Chad Channing.
“Por um longo tempo, não estávamos felizes com a bateria de Chad. Ele tem o seu próprio estilo, e é apropriado para um monte de músicas que escrevemos, mas não para o que queríamos fazer no momento. Queríamos mover para um mundo pop. Seu estilo simplesmente não se encaixava." - Kurt Cobain sobre Chad Channing.

"For a long time, we weren’t happy with Chad’s drumming. He has his own unique style, and it’s appropriate for a lot of the songs that we wrote but not for what we wanted to do at the time. We wanted to move into a Pop world. His style just didn’t fit." - Kurt Cobain about Chad Channing.

Por um longo tempo, não estávamos felizes com a bateria de Chad. Ele tem o seu próprio estilo, e é apropriado para um monte de músicas que escrevemos, mas não para o que queríamos fazer no momento. Queríamos mover para um mundo pop. Seu estilo simplesmente não se encaixava." - Kurt Cobain sobre Chad Channing.

6 notas


"I’m really bored with everyones concerned advice like ‘Don’t freak out, and get healthy.’ Gee I wish it was as easy as that." - Kurt Cobain.
"Eu estou muito aborrecido com o conselho preocupado de todos como ‘Não se desespere, e fique saudável’. Caramba, eu gostaria que fosse tão fácil assim." - Kurt Cobain.

"I’m really bored with everyones concerned advice like ‘Don’t freak out, and get healthy.’ Gee I wish it was as easy as that." - Kurt Cobain.

"Eu estou muito aborrecido com o conselho preocupado de todos como Não se desespere, e fique saudável’. Caramba, eu gostaria que fosse tão fácil assim." - Kurt Cobain.

1 nota


November, 1992 - Kurt Cobain in Seattle.
Novembro de 1992 - Kurt Cobain em Seattle.

November, 1992 - Kurt Cobain in Seattle.

Novembro de 1992 - Kurt Cobain em Seattle.

0 notas


August 28th, 1993 - Kurt Cobain meet with Youri Lenquette for a photoshoot in Seattle.
28 de agosto de 1993 - Kurt Cobain encontra com Youri Lenquette para uma sessão de fotos em Seattle.

August 28th, 1993 - Kurt Cobain meet with Youri Lenquette for a photoshoot in Seattle.

28 de agosto de 1993 - Kurt Cobain encontra com Youri Lenquette para uma sessão de fotos em Seattle.

43 notas


Maya Beiser the “Cello Goddess” covers Nirvana’s ‘Lithium.’"When I first heard Nirvana I thought at last, someone did it. Someone found a way to make chamber music out of real rock ‘n’ roll. It was like hearing late Beethoven quartets - all the power of larger forces, packed into something intimate and personal. Kurt Cobain’s voice is like a cello, like Pablo Casals - the combination of grit and beauty, going from whisper to a primal scream on a dime. The chord progressions are unique and unexpected, but as soon as you hear them, it’s like they’ve been around forever." - Maya Beiser.
…
Maya Beiser a “Deusa do violoncelo" faz cover de “Lithium” do Nirvana. "Quando eu ouvi Nirvana pela primeira vez, eu pensei afinal, alguém fez isso. Alguém encontrou uma maneira de fazer música de aposento do real rock ‘n’ roll. Era como ouvir o último quarteto de Beethoven  - todo o poder de forças maiores, embalado em algo íntimo e pessoal. A voz de Kurt Cobain é como um violoncelo, como Pablo Casals - a combinação de coragem e beleza, passando de sussurro para um grito primal em um centavo. As progressões de acordes são únicas e inesperadas, mas assim que você as ouve, é como se elas estivessem ao redor para sempre." - Maya Beiser.

Maya Beiser the “Cello Goddess” covers Nirvana’s ‘Lithium.’

"When I first heard Nirvana I thought at last, someone did it. Someone found a way to make chamber music out of real rock ‘n’ roll. It was like hearing late Beethoven quartets - all the power of larger forces, packed into something intimate and personal. Kurt Cobain’s voice is like a cello, like Pablo Casals - the combination of grit and beauty, going from whisper to a primal scream on a dime. The chord progressions are unique and unexpected, but as soon as you hear them, it’s like they’ve been around forever." - Maya Beiser.

Maya Beiser a “Deusa do violoncelo" faz cover de Lithium” do Nirvana.

"Quando eu ouvi Nirvana pela primeira vez, eu pensei afinal, alguém fez isso. Alguém encontrou uma maneira de fazer música de aposento do real rockn’ roll. Era como ouvir o último quarteto de Beethoven  - todo o poder de forças maiores, embalado em algo íntimo e pessoal. A voz de Kurt Cobain é como um violoncelo, como Pablo Casals - a combinação de coragem e beleza, passando de sussurro para um grito primal em um centavo. As progressões de acordes são únicas e inesperadas, mas assim que você as ouve, é como se elas estivessem ao redor para sempre." - Maya Beiser.

2 notas


"If you throw one more shoe or one more coin, I’m gonna turn on my guitar amplifier and leave for an hour and it’s gonna be massive feedback for an hour, because when one rotten apple in the class fucks it up, the rest have to suffer, Okay?" - Kurt Cobain speaking to the rambunctious crowd in Springfield, Massachusetts. November 10th, 1993.
“Se vocês jogarem mais um sapato ou mais uma moeda, eu vou ligar o meu amplificador de guitarra e deixar por uma hora e isso será um feedback enorme durante uma hora, porque quando uma maçã podre na classe fode ela, o resto tem que sofrer, ok?” - Kurt Cobain falando para a multidão indisciplinada em Springfield, Massachusetts. 10 de novembro de 1993. 
Via: NirvanaNews.

"If you throw one more shoe or one more coin, I’m gonna turn on my guitar amplifier and leave for an hour and it’s gonna be massive feedback for an hour, because when one rotten apple in the class fucks it up, the rest have to suffer, Okay?" - Kurt Cobain speaking to the rambunctious crowd in Springfield, Massachusetts. November 10th, 1993.

Se vocês jogarem mais um sapato ou mais uma moeda, eu vou ligar o meu amplificador de guitarra e deixar por uma hora e isso será um feedback enorme durante uma hora, porque quando uma maçã podre na classe fode ela, o resto tem que sofrer, ok?” - Kurt Cobain falando para a multidão indisciplinada em Springfield, Massachusetts. 10 de novembro de 1993.

Via: NirvanaNews.

3 notas


"Eu amo crianças. Sei que parece estranho, mas eu amo. Tenho uma irmã mais nova, que tem quatro anos. E eu fui um salva-vidas, e eu ensinei crianças pré-escolares a nadar, e eu trabalhei no YMCA, e fiz creche e babá durante a minha adolescência. O que era todo tipo de coisa estranha em Aberdeen, porque, principalmente os homens, não são muito babás e às vezes, quando eu estava reunido em época que senhoras viriam mais, ele tinha esta reação estranha quando ele me via." - Kurt Cobain, 1991.

"I do love kids. I know that sounds weird, but I do. I have a little sister who’s four years old. And I was a lifeguard, and I taught pre-school kids how to swim, and I worked at the YMCA and did daycare, and I babysat during my teenage years. Which was all kind of a strange thing in Aberdeen, because mostly males don’t babysit that much and sometimes when I was sitting and the lady’s date would come over, he’d have this weird reaction when he saw me." - Kurt Cobain, 1991.
Imagem: Kurt Cobain, Frances Bean Cobain & Patty Schemel, 1992.

"Eu amo crianças. Sei que parece estranho, mas eu amo. Tenho uma irmã mais nova, que tem quatro anos. E eu fui um salva-vidas, e eu ensinei crianças pré-escolares a nadar, e eu trabalhei no YMCA, e fiz creche e babá durante a minha adolescência. O que era todo tipo de coisa estranha em Aberdeen, porque, principalmente os homens, não são muito babás e às vezes, quando eu estava reunido em época que senhoras viriam mais, ele tinha esta reação estranha quando ele me via." - Kurt Cobain, 1991.

"I do love kids. I know that sounds weird, but I do. I have a little sister who’s four years old. And I was a lifeguard, and I taught pre-school kids how to swim, and I worked at the YMCA and did daycare, and I babysat during my teenage years. Which was all kind of a strange thing in Aberdeen, because mostly males don’t babysit that much and sometimes when I was sitting and the lady’s date would come over, he’d have this weird reaction when he saw me." - Kurt Cobain, 1991.

Imagem: Kurt Cobain, Frances Bean Cobain & Patty Schemel, 1992.